Sejamos misericórdia na vida do outro

O Evangelho de João relata o fato de uma mulher que foi pega em adultério. Os escribas e fariseus, diante deste acontecimento, colocam Jesus à prova, perguntando-Lhe se deveria condenar a mulher segundo seus costumes. A resposta de Jesus é cheia de sabedoria e misericórdia ao dizer: “Quem dentre vós não tiver pecado, que atire a primeira pedra”. A seguir, a Sagrada Escritura narra que saíram um após outro. (cf. Jo 8,1-11).

.:Celebre conosco a “Festa do Pai das Misericórdias”

A Divina Misericórdia está sempre ao nosso alcance. Jesus, diante daquela mulher, disse: “Eu não te condeno”. É dessa mesma forma, hoje, que Cristo está pronto para nos perdoar, para nos dar uma nova chance e nos ensinar o caminho. Se as pessoas o estão condenando por seus erros ou você mesmo tem se condenado, saiba que Jesus não o condena. Ele o acolhe e ama, Ele cuida de você e lhe mostra a direção.

Hoje, perante a misericórdia de Jesus Cristo para conosco, que possamos ser misericórdia na vida do outro; no amor, no acolhimento e na verdade, pois “felizes os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia” (Mt 5,7).

Deus abençoe você
Márcio Leandro

Confira também: 
.:O Pai das Misericórdias nos consola!
.:O Pai das Misericórdias e Deus de toda consolação
.:Oração ao Pai das Misericórdias com a reflexão do Salmo 88

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

Márcio Leandro Fernandes