Caminhemos em direção ao Senhor

Precisamos caminhar em direção ao Senhor, não importam as tempestades, Ele é a nossa meta

“Coragem! Sou eu. Não tenhais medo!” (Mateus 14,27)

Próximo às 6h da manhã, Jesus Cristo caminhava sobre as águas em direção à barca que os apóstolos navegavam. A barca estava sendo agitada pelos ventos contrários. Ao verem alguém caminhando sobre as águas, os apóstolos entraram em pânico, mas Jesus os tranquilizou.

Pedro, então, pede para ir em direção ao Senhor, andando sobre as águas. Jesus permite que ele vá. Pedro, ao aproximar-se do Senhor, viu a violência dos ventos e das águas aumentar, teve medo e começou a afundar. Ele gritou por socorro e, imediatamente, foi atendido. Jesus lhe estendeu a mão, segurou-o e o advertiu pela falta de fé.

Nossa caminhada de fé nos levará a tomar decisões, e para cada decisão haverá uma consequência. A primeira decisão é nosso ‘sim’ a Deus e, por consequência, a nossa fé será testada a todo instante pelo ventos e tempestades causadas pelo mundo.

Quanto mais nos aproximarmos do Senhor, maior será a revolta do mundo contra nós, mas estaremos mais próximos do Cristo e sempre que começarmos a afundar poderemos gritar por Seu socorro, e Ele estenderá a mão para nos salvar e entrará na barca conosco e o agito do mundo contra nós vai silenciar.

Precisamos caminhar em direção ao Senhor, não importam as tempestades, Ele é a nossa meta.

Um grande abraço,
Geraldo Garcia

Confira também:
.:Todos podem preparar os caminhos do Senhor
.:Sete dicas para trilhar um caminho de cura interior

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

Geraldo Garcia