Perseverai no amor de Deus

Amar a Deus e aos outros é, antes de tudo, um ato de vontade

“Como o Pai me ama, assim também eu vos amo. Perseverai no meu amor.” (João 15,9)

O amor de Jesus narrado por João é o amor de comunhão entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo, que transborda na criação de todas as coisas, sobretudo, no homem, que, entre toda a criação, é a Sua semelhança mais próxima.

Assim, podemos dizer que, em Sua infinita criação, Deus é amor! E se Ele é amor, e nós somos Sua semelhança, podemos chegar, então, ao mais próximo perfeito Amor.

Há quem diga que o amor está na esfera do sentir; outros dizem que amor é apenas decisão. Ora, parece-me razoável que o perfeito amor se manifeste no encontro e na união da experiência que se demonstra no agir, pois só é possível agir se sentirmos e decidirmos, num ato de plena vontade. Cada ato de Jesus, neste mundo, foi um ato incondicional de amor.

Durante este tempo de vida aqui na Terra, precisamos ser aprendizes do amor. Amar é uma questão de sentir e decidir. O amor não pode ser reduzido só no âmbito das emoções. Amar a Deus e aos outros é, antes de tudo, um ato de vontade. Como um amor de mãe, desinteressado, profundamente carregado de emoções e decisão, algo como uma força interior.

Muitos perderam a coragem de amar, porque já sofreram demais: sofreram na família, no casamento ou foram afetados por doenças, negócios, filhos, decepções amorosas. Talvez, você já tenha sofrido muito e, é claro, não quer sofrer novamente, por isso, deixou de amar. Independentemente dos acontecimentos, é no amor de doação que as pessoas com quem você se relaciona serão curadas e salvas.

Por isso, não dá para amar de forma somente humano, mas é preciso do amor Divino, que vem de Jesus. É preciso pedir e treinar! Sozinhos amaremos de forma imperfeita, mas, quando perseverarmos no amor de Jesus, o imperfeito desaparecerá. Vamos pedir esse amor ao coração de Jesus?

Deus abençoe você
Ricardo Rezende

Confira também:
.: Dentro de cada um de nós existe uma fonte de amor
.: A devoção pode ser considerada uma prova de amor?

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

Ricardo Rezende