Gratuidade: a forma de Jesus amar

Vivemos tão acostumados às relações de troca, que corremos o risco de imaginar que Deus nos trata também assim. Entretanto, o Senhor não nos ama pelo fato de termos escolhido viver com Ele. Paulo nos diz que: “A prova de que Deus nos ama é que Cristo morreu por nós quando éramos ainda pecadores” (Rm 5,8).

Deus nos ama e pronto! Não precisamos fazer nada para pagar por esse amor. Todavia, quanto mais nos deixarmos amar por Ele, mais nossa vida vai adquirir Seu modo de agir. Com Deus aprendemos a perdoar como Ele nos perdoou, a buscar o Pai na oração assim como Jesus buscou; descobrimos que, na realidade concreta onde estamos, posso ser fonte de comunhão, não de divisão.

O Senhor nos ajude, hoje, a experimentarmos esse amor gratuito e amarmos também com gratuidade.

Deus abençoe o seu dia.

Seu irmão,
Padre Edmilson Dias
Maranathá, vem Senhor Jesus!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

Padre Edmilson Dias