Deus não se cansa de perdoar

Deus não se cansa de perdoar. É do perdão que Deus nos dá que nasce o nosso dever de perdoar, não só sete vezes, mas setenta vezes sete.

Deus não se cansa de perdoar

Crédtos: Andreyuu by GettyImages

Jesus recomenda uma sincera conversão a todas as pessoas que são curadas para que o milagre se consolide. Ele não condenou a mulher adúltera e desafiou quem desejasse condená-la a não ter a mais leve sombra de pecado.

Ele também acolheu a samaritana, revelando-se a ela de modo que a vida errada que ela vivia fosse totalmente mudada. 

Amai vossos inimigos

Quando Nosso Senhor nos diz: “Eu, porém, vos digo: amai vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, orai pelos que vos perseguem”. (Mt 5,44)

Jesus está nos dando a palavra-chave para a paz com Deus e com os irmãos.

Só podemos amar e fazer o bem se no nosso coração de discípulo já se instalou o perdão.

O perdão é a condição indispensável para olhar para o outro com misericórdia, suportando suas ofensas, relevando o mal causado, libertando-o da culpa pelo erro cometido contra nós.

Deus não se cansa de perdoar

“Deus não se cansa de perdoar, nós é que cansamos de pedir perdão”, diz sabiamente o Papa Francisco. Isso significa que não devemos desistir de “pedir e dar o perdão”

Jesus derramou Seu Preciosíssimo Sangue para que fôssemos redimidos, perdoados diante do Deus justo, uma vez que seríamos incapazes de reparar todas as ofensas cometidas. Olhemos para Seu exemplo. 

Perdoar setenta vezes sete

Da Sua própria boca, Jesus perdoa para todos aqueles que O maltratavam e imputavam-Lhe a Morte, e entre eles estavam pessoas que eram Seus compatriotas, além dos carrascos romanos: perdoou a indiferença dos que apenas o olhavam com desprezo, perdoou as injúrias que Lhe dirigiam. Ele perdoa a mim e a você.

Jesus perdoou aqueles que fugiram amedrontados, mesmo tendo convivido com Ele e visto Seus milagres. Sim, Ele perdoou não até setenta vezes sete, mas infinitamente. Nem conseguimos com a nossa inteligência limitada alcançar a vastidão da Sua misericórdia, porque Deus não se cansa de perdoar. 

A experiência do perdão é a experiência da misericórdia, pois a todo tempo necessitamos dela. 

A vivência do amor com que Deus nos ama nos levará para o céu, nosso lugar.

Sigamos o exemplo de Cristo!

Peçamos ao Espírito Santo que nos alcance a graça de não só perdoarmos nosso semelhante, mas de chegarmos a sentir uma santa alegria, a exemplo dos santos que, mesmo injustiçados, retribuíram com amor e paciência o perdão que o céu nos concedeu.

Deus abençoe você!

Maria Helena Barbosa
Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.