Diálogo na família

Agora é questão de sobrevivência, ou você acha uma forma de o diálogo entrar em sua casa ou sua família está fadada ao fracasso

Pode ser difícil se isso já se perdeu ou nunca aconteceu, mas seja como for, dá para recomeçar.

No início, comece com bilhetinhos e recados na geladeira, mas será importante começar a conversar sobre tudo.

Descubra o melhor momento, não queira dialogar na hora em que a conversa está quente.

Crie o hábito de sempre conversar entre vocês, sobre todos os assuntos, especialmente os mais delicados.

Quero encontrá-lo aqui para o próximo tema: a oração dentro de casa.

Espero você.

Com carinho,
Paula Guimarães

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

Ana Paula Guimarães

↑ topo