Comungar a vida de Jesus

Aprendamos com a Beata Madre Teresa de Calcutá: “Não podemos separar a nossa vida da Eucaristia. No momento em que o fizéssemos, quebrar-se-ia algo. As pessoas perguntam-nos: ‘Onde têm as irmãs, a alegria e a força para fazer o que fazem?’. A Eucaristia contém mais que aquilo que se recebe, contém também o silêncio da fome de Cristo. Ele diz: ‘Vinde a Mim!’. Ele tem fome de almas”.

Celebrando hoje a Solenidade de Corpus Christi, somos outra vez convidados a reafirmar a nossa fé na Santíssima Eucaristia: Jesus que se faz alimento para a nossa salvação; Deus que se faz pequeno para nos alimentar e conduzir às eternas alegrias.

Aquele que anseia por nos encontrar tem fome de nos saciar e, silenciosamente, nos chama. Deus tão grande, com sede de saciar a sede mais profunda do nosso ser!

Hoje é dia de manifestarmos publicamente nossa fé em Jesus no Santíssimo Sacramento, mas também dia de retomarmos a intimidade com Aquele que nos chama à comunhão de Sua vida.

Deus abençoe o seu dia!

Seu irmão,
Padre Edmilson Dias
Maranathá, vem Senhor Jesus!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

Padre Edmilson Dias

↑ topo