Toda mãe pode produzir leite

Ouvimos muitas histórias sobre aleitamento materno:”Meu leite é fraco!”, “Não amamentei, porque meu leite não desceu!”.

Quando era repórter de rua, fiz uma semana de matérias especiais para o jornal da Canção Nova sobre amamentação. Lembro-me bem que, ao conversar com especialistas, todos foram unânimes ao explicar que toda mãe pode produzir leite. Existem casos até de mães adotivas que conseguiram amamentar.

Existem, sim, os fatores que podem atrapalhar essas mães há não produzir leite, fatores emocionais, psicológicos e muita cobrança, por isso o mais importante seria que todas elas se abrissem sem pressão externa ao desejo de amamentar.

Se você está nesta fase da vida e está cheia de dúvidas, não se feche, procure a ajuda certa, leia muito sobre o assunto, vá fazendo a sua oração e conversando com seu bebê.

Quando fiquei grávida das minhas meninas, fiz uma oração curtinha que repetia sempre. Talvez ela a ajude: “Senhor, eu me abro ao desejo de amamentar. Dê-me leite suficiente para meu filho. Eu me abro à amamentação”.

Tive muito leite, passei por todas as fases, sofri um pouco também, mas uma das coisas que mais amei em ser mãe foi poder dar de mamar às três meninas.

Além de todas as vitaminas e minerais, o leite possui as células de defesa de que o bebê precisa para crescer forte e saudável.

Lute para que nos seis primeiros meses o aleitamento materno seja exclusivo ao seu bebê, é um direito seu e dele.

Deus o abençoe neste tempo especial da sua vida!

Amanhã, quero encontrá-lo aqui. O tema será: “Incentivo à leitura”.

Espero você!

Com carinho,
Paula Guimarães

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

Ana Paula Guimarães

↑ topo