Será que já decidi quem quero ser?

Há alguns dias, disseram-me que a maior covardia que existe é não fazer escolhas. É claro que essa afirmação tem feito com que eu meditar um pouco mais sobre a pessoa que tenho decidido me tornar.

Naturalmente, não vou escapulir do centro dessa sentença! Concordo que o mundo tem muitas e enormes forças para me privar do direito de fazer escolhas, de escolher minha estrada e decidir por minha própria consciência. Portanto, rejeito toda e qualquer forma de pressão que ameace minha liberdade, dom de Deus.

Como Madre Teresa de Calcutá, eu proclamo que vou continuar lutando com todas as forças para me transformar, cada vez mais, na pessoa que eu decidi ser! E você?

Com orações,
Ricardo Sá

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

Ricardo Sá

↑ topo