Partilhe suas dores

Partilhar é diferente de murmurar e falar mal de alguém. Partilhe sobre você, diga como está

“Em fases de agitação, temos que ter precaução. Muitas vezes, esconde-se a dor que se vive no coração…”. (Verso extraído do Livro “Refletindo em Deus – Versos para Rezar”).

Hoje, quero partilhar com você sobre vivermos os acontecimentos da nossa vida sozinhos.

Existem certos acontecimentos na nossa vida que não podemos, de forma nenhuma, ficar com eles presos no nosso coração, pois corremos o risco de que isso desponte em nós até mesmo doenças.

Que, neste dia, você possa tomar a firme decisão de partilhar com alguém o que está vivendo, para que possa ter alguém que o escute!

Entenda, entretanto, o que estou dizendo: partilhar é diferente de murmurar e falar mal de alguém. Partilhe sobre você, diga como está. Seja com um diretor espiritual, um psicólogo ou um amigo de sua confiança.

O importante é poder aliviar o coração e prosseguir adiante!

Que Deus o abençoe!

Abraço do seu irmão,
Shahir Rahemane

Confira também:
A dor purifica e elimina o que não é amor
Em meio aos desafios, coragem!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

Shahir Rahemane

↑ topo