A raiva é um veneno

Precisamos nos decidir, quando a raiva chegar, e ela chegará dentro de nossas casas, o importante será exercitarmos o ‘calar’

Quando estamos com raiva, caímos em um duplo engano, pensamos que o outro está sentindo o que nós estamos sentindo, mas o que acontece é que o outro não sabe o que se passa dentro de nós. Outro engano é pensar que isso nos ajudará a resolver os problemas, e isso não é verdade.

A raiva gera em nós um estresse tão violento que vai nos corroendo por dentro.

Precisamos nos decidir, quando a raiva chegar, e ela chegará dentro de nossas casas, o importante será exercitarmos o ‘calar’. Até essa raiva passar, e ela vai passar.

É questão de inteligência, o que acontece fora de nós não pode destruir o nosso interior.

“A raiva é um veneno que se bebe sozinho.” (Santa Catarina de Sena)

Amanhã, quero encontrá-lo aqui, e o tema será: ‘Ver o bem em todas as coisas’.

Espero você!

Com carinho,
Paula Guimarães

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

Ana Paula Guimarães

↑ topo